DOM - Diário Oficial do Município
Saturday, January 31, 2015
Ano XXVI - Edição N.: 4736
Poder Executivo
Capa

PBH ANUNCIA PROGRAMAÇÃO DO CARNAVAL 2015 NA CAPITAL


Cerca de 1,5 milhão de pessoas devem tomar as ruas da cidade até o fim da programação, no dia 22 de fevereiro


O presidente da Belotur, Mauro Werkema, anunciou ontem a programação do Carnaval de Belo Horizonte 2015. O modelo adotado em 2014 foi aperfeiçoado para atender especialmente o aumento de público, estimado em até 1,5 milhão de pessoas nas ruas de Belo Horizonte até o dia 22 de fevereiro. Neste ano, o Carnaval de rua deve se consolidar como a manifestação mais expressiva, como uma característica singular da folia belo-horizontina. “Atribui-se o fenômeno sociológico que vivemos no ano passado ao ímpeto da sociedade pela democracia participativa, pela economia criativa, marca da cidade, e pela força de adesão e difusão da internet e suas redes socais”, avaliou Mauro Werkema.

Em 2015, o investimento no Carnaval é de R$ 5,5 milhões, entre recursos próprios e de patrocinadores.  Apesar do ser o mesmo valor investido no ano passado, o aporte é 2,6 vezes maior do que o montante aplicado em 2009, quando foi disponibilizado R$ 1,5 milhão para a festa.


Planejamento e segurança 

Segundo Werkema, o planejamento do Carnaval de 2015 foi iniciado em agosto e foi criada a Comissão Especial de Carnaval para planejar e executar as atividades carnavalescas, com representação de 19 órgãos da Prefeitura de Belo Horizonte. Integram a comissão a Belotur, as secretarias municipais de Saúde, Governo e Serviços Urbanos, a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), a BHTrans, a Guarda Municipal, a Procuradoria Geral do Município, a Assessoria de Comunicação Social do Município, o Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte (COP) e as nove secretarias regionais.

Mais investimentos, crescimento do público e do número de participantes das agremiações carnavalescas são motivos que podem fazer deste o maior Carnaval da história de Belo Horizonte. Para ampliar a segurança dos foliões, a movimentação na cidade será acompanhada, em tempo real, pelas quase mil câmaras instaladas em diversas regiões da capital e monitoradas pelo COP. O monitoramento permite um rápido reposicionamento de equipes e reorientações de ações preventivas e corretivas.

De acordo com o subinspetor Vander Lúcio, a Guarda Municipal está preparada para o Carnaval. “Vamos empenhar o máximo de efetivo. Teremos um mínimo de 40 homens em cada evento”, informa.


Formato

A organização manteve a festa fundamentada em quatro eixos – a Corte Real Momesca, que já cumpre extensa agenda; os desfiles dos blocos de rua; a Estação do Samba, com 14 palcos distribuídos pela cidade e com funcionamento previsto para começar nos dias 7 e 8 de fevereiro e os desfiles dos  blocos caricatos e das escolas de samba na Avenida Afonsa Pena, nos dias 16 e 17 de fevereiro.

A Estação do Samba traz como novidades dois palcos especiais para a garotada, um no Parque Municipal e outro na Pampulha. No palco da Savassi, vários DJs vão oferecer uma rica variedade de ritmos da música popular brasileira.

Foram cadastrados 164 blocos de rua que devem ganhar as ruas de mais de 50 bairros de Belo Horizonte. A pedido de alguns blocos de rua, a Belotur não divulga as informações sobre o desfile, como horário de concentração, local e data. A programação completa do Carnaval, com agenda da Corte Momesca, programação dos blocos de rua, Estação do Samba e desfiles na Avenida Afonso Pena, pode ser acessada no site www.carnavaldebh.com.br. 


Campanha

Serão instalados mais de mil estandartes em diversos pontos da cidade, como as principais vias de acesso à capital e no perímetro dos 14 palcos da Estação do Samba. Além de convidar moradores e visitantes para se divertir, as mensagens fazem apelo à necessidade de manter as ruas limpas, evitando assim o excesso de uso de água para limpeza urbana. A campanha orienta também sobre a melhor forma de descartar o lixo e a utilizar corretamente os banheiros químicos instalados em todos os espaços com programação carnavalesca. Em tempos de escassez hídrica, o recado é mais que oportuno.

A folia ganha novo slogan, “Carnaval de BH – A Casa é Sua. E a Festa Também”. As frases são um convite ao diálogo com os dois públicos do evento: os moradores da cidade, que fazem a festa ganhar maior proporção e se tornar mais democrática e popular a cada ano, e os turistas, que chegam à cidade em busca de entretenimento e da hospitalidade do povo mineiro.

 

versão de impressão  Voltar
.
Calendário ano de:
pesquisa
   Assunto:
   
   Critério:
   Com todas as palavras
   Com a expressão
   Com qualquer uma
     das palavras
 
   Período:
   data inicial
   data final  
.
pesquisa avançada