DOM - Diário Oficial do Município
Saturday, December 15, 2012
Ano XXVI - Edição N.: 4214
Poder Executivo
Capa

BH LANÇA NOVA EDIÇÃO DO CONCURSO LITERÁRIO MAIS ANTIGO DO BRASIL


Criado em 1947, Prêmio Cidade de Belo Horizonte vai premiar obras inéditas de autores brasileiros nas categorias conto, dramaturgia, poesia e romance


O prefeito Marcio Lacerda lançou, na sexta-feira, dia 14, o edital do concurso de literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte, em evento realizado no Museu Histórico Abílio Barreto, no bairro Cidade Jardim, como parte das comemorações pelo aniversário de 115 anos da capital. O concurso irá premiar obras inéditas de autores brasileiros nas categorias conto, dramaturgia, poesia e romance. O vencedor de cada categoria receberá um prêmio de R$ 50 mil. O regulamento está disponível para consulta no Diário Oficial do Município (DOM) e no site da Fundação Municipal de Cultura (www.pbh.gov.br/cultura).

O Prêmio Cidade de Belo Horizonte é o concurso literário mais antigo do Brasil. Criado em 1947, na comemoração do cinquentenário da capital, reúne entre seus vencedores os escritores Luís Giffoni, Roseana Murray, Maxs Portes e Carlos Herculano Lopes, entre outros. De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Leônidas de Oliveira, o concurso possui forte potencial de revelação de novos talentos. “O Prêmio Cidade de Belo Horizonte abre espaço para os novos, fortalece e dá visibilidade ao escritor iniciante”, afirmou.

O prefeito Marcio Lacerda revelou que a literatura é a forma de arte e expressão cultural com que mais se identifica e que o lançamento do Prêmio Cidade de Belo Horizonte faz parte de seu projeto para intensificar as ações de incentivo e promoção da cultura na capital. “A Prefeitura trabalha para reforçar a identidade de nossa cidade com a arte. Com esse concurso, incentivamos a atividade literária e honramos a memória dos nossos antepassados que criaram a base cultural de Belo Horizonte”, comentou.


Inscrições

O período de inscrição vai de 18 de dezembro de 2012 a 22 de março de 2013. Os interessados devem entregar os trabalhos na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (rua Carangola, 288, térreo, bairro Santo Antônio, Belo Horizonte-MG, CEP 30.330-240), de terça a sexta-feira, exceto nos feriados, das 9h às 17h. A entrega dos trabalhos poderá ser feita, também, via Sedex. A ficha de inscrição e a relação dos documentos necessários estão disponíveis no site da Fundação Municipal de Cultura (FMC). Podem participar do concurso pessoas físicas brasileiras, natas ou naturalizadas. Autores menores de 18 anos devem apresentar autorização por escrito dos pais ou responsáveis legais.


Julgamento

A avaliação das obras inscritas será feita em duas etapas. Na primeira, serão conferidos os documentos exigidos no regulamento para habilitar as obras para o julgamento. Depois, um júri composto por três especialistas em cada categoria, nomeado pela FMC, julgará as obras e apontará os vencedores. O resultado final será divulgado no DOM e no site da FMC até o dia 20 de junho de 2013.


Casarão do Museu Histórico Abílio Barreto é tema de exposição

Na solenidade de lançamento do concurso literário Prêmio Cidade de Belo Horizonte, o prefeito Marcio Lacerda abriu a exposição “O Casarão: da Fazenda ao Museu Histórico da Cidade”. A mostra, instalada no andar térreo do Museu Histórico Abílio Barreto, apresenta as diversas transformações e os usos dados à sede da Fazenda do Leitão desde que foi construída, em 1883, até a inauguração do museu, em 1943.

Em 1894, a Fazenda do Leitão foi desapropriada pela Comissão Construtora da Nova Capital e, a partir daí, foi utilizada como centro estadual de pesquisas agronômicas, viveiro de plantas e sementes, sediou a Colônia Agrícola Afonso Pena, foi posto de veterinária e zootecnia, e serviu de residência a funcionários do Ministério da Agricultura. Em 1938, a Prefeitura adquiriu o imóvel e, três anos mais tarde, inaugurou o Museu Histórico de Belo Horizonte, tendo o jornalista e historiador Abílio Barreto como seu primeiro diretor.

A exposição, que conta essa história por meio de uma maquete do arraial do Curral Del Rei, quadros, uma antiga planta da Fazenda do Leitão, fragmentos arqueológicos e fotografias, pode ser visitada gratuitamente de terça-feira a domingo, das 10h às 17h, e das 10h às 21h nas quartas e quintas. O Museu Histórico Abílio Barreto fica na avenida Prudente de Morais, 202, no bairro Cidade Jardim.

versão de impressão  Voltar
.
Calendário ano de:
pesquisa
   Assunto:
   
   Critério:
   Com todas as palavras
   Com a expressão
   Com qualquer uma
     das palavras
 
   Período:
   data inicial
   data final  
.
pesquisa avançada