DOM - Diário Oficial do Município
Friday, July 24, 2009
Ano XV - Edição N.: 3387
Poder Executivo
Capa

CAPITAL MINEIRA INCENTIVA USO DE BICICLETAS COM INVESTIMENTO EM CICLOVIAS E BICICLETÁRIOS


A Prefeitura, por meio da BHTrans, investe em medidas que incentivam o uso de bicicletas na capital mineria. O projeto Pedala BH prevê a implantação de aproximadamente 365 quilômetros de ciclovias na cidade até 2020, sendo 20 quilômetros a cada ano, um investimento médio anual de R$ 1,5 milhão. Em 2009, devem ser providenciadas seis novas rotas nas re­giões Nordeste, Venda Nova – ligação com a Pam­pulha, Barreiro, Noroeste, Leste – conexão com o Centro, e Savassi.

De acordo com o assessor da presidência da BHTrans, Ricardo Lott, até 2012 a meta é que novos 80 quilômetros de ciclo­vias estejam prontos em Belo Horizonte. “As ci­clovias têm duas funções. Primeiramente, a integra­ção com o sistema de transporte público coletivo, ônibus e metrô. Num segundo momento, vem a Copa do Mundo de 2014 e as pessoas contarão com rotas convergentes de acesso ao complexo esportivo da Pampu­lha”, explica. Segundo ele, a BH­Trans prepara uma campanha educativa de incentivo ao uso da bicicleta, que deverá começar no segundo semestre de 2009 e ser reforçada, anualmente, até 2012.

Atualmente, a cidade tem 22 quilômetros de ciclovias. A maior parte dos trechos está implantada no entorno da Lagoa da Pampulha, na avenida Otacílio Negrão de Lima, entre a Igrejinha São Francisco e o Museu de Artes da Pampulha. Os demais estão localizados na avenida Tereza Cristina, próximo à Via Leste/Oeste até o final da própria avenida; Andra­das, com início na Sil­viano Brandão até à avenida do Contorno; e avenidas 12 de Outubro e Vilarinho, em Venda Nova.


Bicicletários


Para guardar as bicicletas, a Prefeitura dis­ponibiliza bicicletários (conjunto de vagas para estacionar bicicletas) e paraciclos (estacionamento individual) com utilização gratuita. Atualmente, eles estão na Estação BHBUS Venda Nova, na avenida Padre Pedro Pinto; na Savassi (rua Pernambuco com avenida Getúlio Vargas); Pampulha, Praça São Francisco em frente ao Parque Guanabara; Restaurante Popular da Região Hospitalar e nas estações São Gabriel e Barreiro. Este ano, a Estação Vilarinho deverá ser contemplada e, posteriormente, os demais restaurantes populares.

Segundo Ricardo Lott, a BHTrans tem um contrato firmado com a Escola de Design da UEMG para o desenvolvimento de um projeto padrão de bicicletário. “Em agosto, o primeiro desenho será apresentado”, adianta o assessor. O acordo com a universidade prevê, ainda, a avaliação e a sugestão de modelos de paraciclos. De acordo com Lott, a BHTrans também está buscando parceiros privados para a instalação de bicicletários nos seus respectivos estabelecimentos.


Confira as seis novas rotas cicloviárias previstas para BH


Rota Nordeste: ligação entre a ciclovia da avenida Saramenha até a Estação São Gabriel, no Bairro Guarani

Rota Venda Nova – Pampulha: ligação entre as ciclovias da avenida Vilarinho e a da Lagoa da Pampulha

Rota Barreiro: implantação do trecho entre a avenida do Canal até a Estação Barreiro

Rota Américo Vespúcio: avenida Américo Vespúcio, entre as avenidas Carlos Luz e Antônio Carlos

Rota Leste – Centro: ligação entre a região Leste e o Centro, trecho da rua Itaituba (depois da avenida Silviano Brandão) até a Estação Central do Metrô, localizada na Praça da Estação

Rota Savassi – Centro: implantação do trecho entre a avenida Professor Morais, passando pela avenida Bernardo Monteiro, até o Boulevard Arrudas.

versão de impressão  Voltar
.
Calendário ano de:
pesquisa
   Assunto:
   
   Critério:
   Com todas as palavras
   Com a expressão
   Com qualquer uma
     das palavras
 
   Período:
   data inicial
   data final  
.
pesquisa avançada